IPhone. Falha no FaceTime deixa ouvir e ver mesmo quem não atenda a chamada

Apple já reconheceu falha e desligou o Group FaceTime enquanto prepara uma atualização de software da sua aplicação de chamadas de vídeo.

Uma falha grave no FaceTime deixou a privacidade de milhares de utilizadores de iPhones em risco e colocou sérios embaraços à gigante Apple. Em resumo, um bug na aplicação permitia ouvir e, no limite, ver quem estava do outro lado mesmo que a outra pessoa não soubesse que estava a receber uma chamada nem a tivesse atendido. A Apple garante que vai resolver o problema até final da semana, mas entretanto já deixou offline o Group FaceTime.

Isto porque o problema estava relacionado com chamadas de grupo. Eram poucos e simples os passos até à intrusão: um utilizador iniciava uma chamada de vídeo com um contacto do iPhone e enquanto se estabelecia a ligação deslizava o dedo no ecrã de baixo para cima e adicionava o seu próprio número no campo 'adicionar pessoa'. Nesse momento o sistema ficava confuso e era iniciado um chat de grupo com o áudio do destinatário, mesmo que a chamada ainda não tivesse sido atendida.

um utilizador iniciava uma chamada de vídeo com um contacto do iPhone e enquanto se estabelecia a ligação deslizava o dedo no ecrã de baixo para cima e adicionava o seu próprio número no campo 'adicionar pessoa'

O potencial de intrusão neste ponto já era muito alto, mas podia ainda ser agravado: o que os autores do blogue especializado 9TO5Mac descobriram é que podem ser enviados vídeos dos destinatários carregando nos botões de bloquear chamada ou para desligar o telefone. Estas falhas acontecem quando ambos os utilizadores têm sistemas operativos 12.1 ou superiores e só terminam quando a chamada não é atendida depois de tocar muitas vezes. Um estratagema que parece já não ser possível de utilizar, porque o Group FaceTime está desligado enquanto a companhia tenta resolver o problema.

A Apple já informou que está a trabalhar numa atualização de software. "Estamos cientes desta questão e já identificámos uma solução que será lançada numa atualização de software esta semana", comunicou a empresa em resposta às preocupações de milhares de utilizadores. Alguns deles com grande peso mediático e económico, como o fundador do Twitter, Jack Dorsey, que recomendou que se desligasse o FaceTime enquanto a falha não for resolvida.

Ler mais

Exclusivos