Infarmed retira produtos para a azia por suspeita de terem substância cancerígena

Autoridade portuguesa mandou retirar do mercado todos os medicamentos que contém princípio ativo ranitidina.

A presença de uma substância potencialmente cancerígena levou o Infarmed (Instituto Nacional da Farmácia e do Medicamento) a ordenar a retirada imediata do mercado de uma série de lotes de medicamentos protetores gástricos, que contém o princípio ativo ranitidina.

"Na sequência da deteção de uma impureza, N-Nitrosodimethylamine (NDMA), na substância ativa ranitidina, o Infarmed determina a recolha e suspensão imediata da comercialização dos lotes de medicamentos (...) O motivo desta determinação decorre da presença em alguns lotes da referida impureza, da classe das nitrosaminas, já identificada em 2018 em alguns fármacos anti-hipertensores", pode ler-se no comunicado divulgado pelo Infarmed.

A autoridade do medicamento refere que todos os doentes em tratamento com medicamentos indicados para a azia, úlcera duodenal ou gástrica e refluxo gastroesofágico devem interromper imediatamente a toma e consultar um médico ou farmacêutico.

"As entidades que possuam embalagens pertencentes a estes lotes em stock não as podem vender, dispensar ou administrar, devendo proceder à sua devolução", acrescenta no mesmo documento.

A lista de todos os medicamentos agora interditos em Portugal pode ser consultada no site do Infarmed.

Doentes com asma têm novo medicamento para se tratar

Em Portugal, estima-se que há mais de 700 mil doentes com asma, mas que mais de 300 mil não têm a doença controlada. Tais números são da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica e Associação Portuguesa dos Asmáticos. Mas, de acordo com o Inafrmed, há um novo medicamento - o Fasenra (Benralizumab) - que obteve autorização para ser utilizado em meio hospitalar.

Este medicamento é indicado para o tratamento adjuvante de manutenção em doentes adultos com asma eosinofílica grave, inadequadamente controlada apesar das doses elevadas de corticosteroides inalados em associação a agonistas-ß de longa duração de ação.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG