Imagens inéditas. Gorilas mais raros do mundo fotografados com as crias

Os gorilas de Cross River vivem na Nigéria e nos Camarões e distinguem-se subtilmente de outras espécies - têm cabeças mais pequenas, braços mais longos e pelos mais claros.

Foi a primeira vez em muitos anos que gorilas-do-rio-cross (gorilla gorilla diehli) - considerados uma subespécie rara - foram avistados e capturados pela objetiva de uma câmara. E, desta vez, surgiram com crias, o que deixou as organizações de conservação da vida selvagem otimistas. Estima-se que existiam apenas 300 gorilas a viver nesta área da Nigéria.

A Wildlife Conservation Society (WCS) diz que esse avistamento traz esperança de que o risco de extinção fique reduzido, uma vez que significa que os gorilas se estão a reproduzir.

A WCS na Nigéria, uma organização não governamental internacional, revelou que as imagens foram capturadas por câmaras deixadas propositadamente para captar os animais no seu habitat.

Os gorilas de Cross River são os mais raros do mundo, segundo o Fundo Mundial para a Natureza (WWF).

São cautelosos com os seres humanos e distinguem-se subtilmente de outras espécies - têm cabeças mais pequenas, braços mais longos e pelos mais claros.

Sabe-se que os primatas vivem em algumas áreas montanhosas da Nigéria e nos Camarões, país vizinho, mas raramente são vistos.

O WCS diz que a a trabalhar em estreita colaboração com uma organização comunitária, a Associação de Conservação das Montanhas Mbe, - onde as imagens foram capturadas - bem com as autoridades do estado de Cross River, na Nigéria, para proteger os gorilas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG