Há uma máquina que produz milhares de litros de água potável a partir do ar

Equipamento criado por empresa da Califórnia consegue produzir 1100 litros de água por dia, com um processo em que transforma o vapor na atmosfera em água potável

São máquinas criadas por uma equipa de empreendedores norte-americanos e conseguem produzir até 1100 litros de água por dia, através de um processo em que o vapor de água é transformado em água líquida. As Skywater, concebidas pela Skysource / Skywater Alliance, empresa de Venice, no estado da Califórnia, acabam de ganhar um prémio de um milhão de euros pelo contributo dado para uma resposta à escassez de água a nível global.

Estes novos equipamentos apresentados pela empresa especializada em sustentabilidade estão alojados em grandes caixas de metal, em que incluem geradores que condensam o vapor de água da atmosfera e procedem à transformação em água potável. As máquinas podem ser alimentadas por energia solar ou por biocombustíveis. Há vários modelos, de diferente dimensão, consoante as finalidades a que se destinam: podem ser usados por famílias, na agricultura ou em situações de socorro de emergência.

David Hertz, um dos fundadores da Skysource / Skywater Alliance, disse, citado pela CNN, estar entusiasmado com o que as máquinas podem vir a fazer pelas pessoas que vivem em partes do mundo onde a água é um bem cada vez mais escasso. "Sempre estive muito interessando na água e também pela importância da água doce para a humanidade", diz Hertz, um arquiteto especializado em construções sustentáveis. "Estando na Califórnia, onde os problemas estão a ganhar rapidamente proporções da crise" ainda é mais relevante. Este estado norte-americano é um dos mais ameaçados pela escassez de água.

Hertz diz que há mais do que suficiente vapor de água no ar do qual as máquinas podem extrair para produzir galões de água todos os dias. A Hertz estima que haja milhares de milhões de litros de água na atmosfera utlizáveis a qualquer momento, e que, segundo a Skysource, formam mais água doce do que todos os rios da Terra.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG