Finlândia é novamente o país mais feliz do Mundo. Portugal está em 60.º

Pelo terceiro ano consecutivo, a Finlândia é nomeada o país mais feliz do mundo, segundo um relatório da ONU. Portugal subiu seis lugares e posiciona-se agora no 60º lugar.

A Finlândia foi nomeada o país mais feliz do mundo, pelo terceiro ano consecutivo, segundo um relatório da ONU publicado esta sexta-feira, o chamado Ranking da Felicidade das Nações Unidas. Portugal voltou a subir na tabela e é agora o 60º posicionado. Em 2019, era 66º e há dois anos estava em 77º em 156 países analisados.

O país nórdico, de 5,5 milhões de habitantes, tem uma grande mobilidade social e menos desigualdade. Está à frente da Dinamarca (2ª) e Suíça, que é terceira, de acordo com a classificação 2020 do "World Happiness Report", cuja publicação coincide com o Dia Internacional da Felicidade, estabelecido pela ONU e celebrado a 20 de março. É publicado desde 2012 e pode ser consultado no site criado pela ONU: https://worldhappiness.report/.

Sudão do Sul e Afeganistão, ambos países em guerra, encerram a lista.

Para definir esta tabela, são levados em conta critérios como o PIB, a assistência social, a liberdade individual ou o nível de corrupção.

A posição de Portugal não é assim particularmente boa, estamos a meio da tabela. Por exemplo, a Espanha está em 28º, enquanto o Brasil ocupa o 32º lugar. Países como o Kuwait (49º) e Honduras (57º) são, diz o relatório, mais felizes que Portugal. Mas Coreia do Sul (62º) e Japão (63º) ficam atrás.

O relatório de 2020 baseia-se em dados de 2018 e 2019, e não leva em conta as medidas excecionais impostas por todos os países para travar a pandemia do novo coronavírus.

Os autores do relatório explicam, no entanto, que as condições de confinamento nas quais se encontram milhões de pessoas podem, paradoxalmente, promover a felicidade no futuro."Desafios tão exigentes como este podem ter um efeito potenciador da felicidade em sociedades consideradas saudáveis", apontam.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG