Dos centros comerciais aos recintos desportivos e casinos. Os locais onde há 2453 desfibrilhadores

Desde 2012 que é obrigatório a existência de dispositivos de socorro em locais públicos. Segundo o INEM há 2120 espaços onde a legislação está a ser cumprida.

Aeroportos, centros comerciais, hipermercados, bancos, aeronave, casinos, recintos desportivos e unidades hoteleiras. Estes são alguns dos locais onde em Portugal se pode encontrar um dos 2453 desfibrilhadores automáticos externos, ou seja um dispositivo portátil que permite socorrer uma vítima em situação de paragem cardiorrespiratória.

Estes aparelhos têm de ser licenciados pelo Instituto Nacional de Emergência Médica que agora divulgou o número de aparelhos que estão colocados em várias instituições e não só. Segundo a informação divulgada foi dada formação a 24 176 pessoas e os desfibrilhadores estão colocados em 2120 espaços públicos, ambulâncias ou viaturas tripuladas por operacionais não pertencentes ao INEM.

Esta também é uma forma de divulgar a obrigatoriedade imposta pelo Decreto-Lei 184/2012 de instalação destes equipamentos em locais de acesso público, nomeadamente estabelecimentos comerciais de dimensão considerada relevante.

O DAR permite, através de elétrodos adesivos colocados no tórax de uma vítima em situação de paragem cardiorrespiratória, analisar o ritmo cardíaco e recomendar ou não um choque elétrico. Regista som, eletrocardiograma, fornece indicações aos reanimadores, analisa os dados e indica o choque ou não, segundo o algoritmo predefinido.