Santarém

Chamusca

Médica alvo de agressões verbais por não dar declaração para licença de arma

O Sindicato dos Médicos da Zona Sul já veio solidarizar-se com a médica "e repudia todos os comportamentos violentos contra os profissionais de saúde" e responsabiliza "diretamente" o Ministério da Saúde "por submeter os médicos a contínuas más condições de trabalho e por não resolver os problemas que têm permitido estas situações".