religião

Celebrações de Fátima com 4000 peregrinos

Bispo de Setúbal apela à mudança e destaca o papel da mulher na Igreja

Os agentes económicos diziam que "seis pessoas não é nada", mas nem essa lotação se atingiu no Santuário de Fátima. Este 13 de outubro fica marcado pela redução de fiéis, por causa da pandemia, mas sobretudo pela ausência de estrangeiros. E pela homilia de D. José Ornelas, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, que destacou sobretudo o papel da mulher, que é preciso "valorizar" na Igreja.

Procissão das velas com 4500 peregrinos

Celebrações de Fátima "contra o monstro do populismo"

Organizados em círculos desenhados no chão, cerca de 4500 peregrinos participaram na procissão das velas, em Fátima, sem esgotar a lotação de 6000 prevista pelo plano de contingência do Santuário, segundo as normas da DGS. O bispo de Setúbal, que preside a esta peregrinação internacional aniversária, alertou para os que pretendem "tirar dividendos políticos e económicos" desta pandemia.

Português em Beirute

"Não consigo esquecer o som das mães que gritavam pelos filhos"

Rui é padre jesuíta. Vive em Beirute há ano e meio e foi apanhado pela explosão de 4 de agosto numa biblioteca, não muito longe do porto. Pensou que a guerra ia começar. Ao sair para a rua, sentiu-se aliviado, "tinha escapado". A destruição era tremenda e o som das mães a gritar pelos filhos impactante, mas tinha de ajudar quem vagueava nas ruas ensanguentado. Foi o que fez. Quase 15 dias depois, a vida está longe de voltar ao normal, mas espera continuar a viver no Líbano; gosta do país e das suas gentes.