religião

Comunidade islâmica de Lisboa

"Não poder vir fazer as orações à mesquita incomodou muito os fiéis"

O encerramento das mesquitas e a transmissão das orações por via digital encontrou alguma resistência por parte dos fiéis muçulmanos. David Munir, imã da Mesquita Central de Lisboa, afirma que têm recebido mais pedidos de ajuda desde o início da pandemia e que a missão dos religiosos é dar às pessoas uma espécie de calmante espiritual.

Celebrações de Fátima com 4000 peregrinos

Bispo de Setúbal apela à mudança e destaca o papel da mulher na Igreja

Os agentes económicos diziam que "seis pessoas não é nada", mas nem essa lotação se atingiu no Santuário de Fátima. Este 13 de outubro fica marcado pela redução de fiéis, por causa da pandemia, mas sobretudo pela ausência de estrangeiros. E pela homilia de D. José Ornelas, presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, que destacou sobretudo o papel da mulher, que é preciso "valorizar" na Igreja.

Entrevista à historiadora Ana Valdez

"Queremos ouvir: Vacina. Mas as pessoas pensam em religião"

Ana Travassos Valdez licenciou-se e doutorou-se em História na Universidade de Lisboa. Depois, partiu para Yale, nos EUA, para estudar com o maior especialista em literatura apocalíptica, John J. Collins. Pensava ficar seis meses, ficou 11 anos e meio. Hoje, fala ao DN de um novo projeto, Pandemics and Apocalyptics, já a olhar para a pandemia que vivemos. Este texto foi publicado originalmente no dia 16 de maio e faz parte de um lote de trabalhos relacionados com a covid-19 que o DN está a republicar.