judeus

Segunda Guerra Mundial

O padre de Leiria que salvou judeus

Durante a Segunda Guerra Mundial, em plena ocupação nazi de Roma, um padre português acolheu 50 refugiados num colégio e ajudou a encontrar abrigo para mais de cem mulheres e crianças. O feito, com risco da própria vida, valeu-lhe o título de «Justo entre as Nações», o mesmo que Aristides de Sousa Mendes recebeu do Estado de Israel. Apenas dois destes homens que foram salvos ainda estão vivos. E um deles conta, pela primeira vez, a sua história.