Sociedade

Sociedade

Mortes sob custódia policial passam a ter autópsia obrigatória

Decreto-lei de 16 de junho frisa a necessidade de haver sempre autópsia quando há mortes sob custódia ou em sequência de intervenções policiais e militares. "É a formalização de uma prática própria de um Estado democrático", diz governo. Mais uma consequência do caso Ihor, creem médico que o autopsiou e a Amnistia Internacional.