Yazidis. Portugal "é o meu segundo país para sempre"

Iraquiano Saman Ali é um dos 24 refugiados yazidis que chegaram a Lisboa fugidos do Estado Islâmico.

Saman Ali chegou esta segunda-feira a Lisboa sem familiares, mas com "muitos sonhos bonitos" para concretizar em Portugal e a certeza de que está no seu "segundo país para sempre".

Um dos 24 refugiados yazidis recebidos esta tarde no aeroporto de Lisboa pelas autoridades portuguesas, vindos da Grécia via Roma, Saman Ali chegou à zona de acolhimento com um cartaz onde se lia, em inglês, "Thanks Portugal" e "I LOVE YOU".

Falando em inglês e de costas para os jornalistas, com um boné preto na cabeça, Saman Ali, 34 anos, mostrou-se enfático: "Sinto-me muito feliz, sinto-me seguro, as pessoas vieram até nós e acolheram-nos. Muito obrigado."

"Quero aprender a língua [portuguesa], começar a estudar... tenho um mestrado em biologia médica e quero tirar o doutoramento, servir a sociedade portuguesa... sinto que este país é o meu segundo país para sempre, porque estou seguro que não posso regressar ao Iraque por ser muito perigoso", sublinhou Ali.

Saman Ali, natural de Sanjar, residiu durante anos em Kirkuk, perdeu ali toda a família às mãos dos terroristas do Estado Islâmico e fugiu dali em 2014 para a Turquia e até chegar à Grécia, onde viveu pouco mais de seis meses ao abrigo do programa de recolocação de refugiados.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG