Um táxi voador, a primeira TV modular e óculos VR autónomos

No CES 2018, a Lenovo apresentou os óculos de realidade virtual sem fios Mirage Solo e a Intel mostrou como poderemos começar a voar para o trabalho num carro voador

Apanhar um táxi voador para escapar ao trânsito à hora de ponta está mais perto do que se possa imaginar. Em Las Vegas, a empresa alemã E-Volo pôs o seu "carro voador" Volocopter a voar dentro do hotel Monte Carlo, durante a apresentação da Intel no CES 2018. Foi o primeiro voo nos Estados Unidos do modelo que está a ser desenvolvido desde 2012.
A tecnologia está finalmente pronta e o teste mostrou que o Volocopter é silencioso e fácil de manejar. Levanta voo e pousa de forma vertical, mas sem os desafios de um helicóptero ruído, vento, dimensão e peso. Tem 18 hélices e atinge velocidades de 100 km/h.
Florian Reuters, CEO da E-Volo, anunciou que a empresa irá começar brevemente a testar o seu serviço de táxi aéreo em várias cidades. Alemanha e Dubai deverão ser os primeiros países a receber o serviço, já que a E-Volo tem testado o Volocopter com sucesso em ambos.
A Intel investiu na empresa e está a colaborar no sistema de condução autónoma, que exige tremendo poder de computação. A ideia é que o Volocopter possa conduzir-se sozinho, a mesma tendência que estamos a ver nos carros "tradicionais." Se o serviço de táxi aéreo for bem sucedido, disse Florian, esta opção terá um custo comportável para os utilizadores, que lhe permitirá concorrer com outras formas de transporte terrestre. Para chamar um Volocopter, o utilizador só terá de usar uma aplicação de smartphone, à semelhança de outros serviços como Uber e Cabify.

Televisão modular
As maiores fabricantes de televisões do mercado trouxeram modelos conceptuais, os ultras-topo de gama que servem para demonstrar a qualidade e inovação de cada marca. Mas foi a Samsung que surpreendeu com uma televisão gigante (quase 400 cm) chamada "The Wall" (A Parede), a que chamou de primeira TV modular com ecrã micro-LED. A ideia é que os consumidores possam encomendar um tamanho personalizado deste televisor, algo que é possível porque o modelo é composto por pequenos módulos que podem ser organizados para formarem dimensões inusitadas.
Aquilo que não se sabe ainda é que preço terá esta novidade. O facto é que a produção de micro-LED é bastante dispendiosa, algo que a Sony descobriu há alguns anos quando tentou usar a mesma tecnologia. A Samsung diz que o micro-LED apresenta qualidade superior ao OLED, mostrando imagens mais brilhantes.
Embora este modelo seja dirigido a um nicho, a televisão está a assumir um papel cada vez mais central para a marca. A empresa anunciou que irá levar o seu assistente virtual Bixby, que introduziu nos smartphones Galaxy, aos outros eletrodomésticos. O consumidor poderá, por exemplo, controlar a iluminação da sua casa falando com o Bixby na TV. Poderá também conectar a televisão inteligente à campainha e ver quem está à porta no ecrã da TV, sem se levantar do sofá.
No CES 2018, a fabricante introduziu também um quadro branco digital para ser usado nas empresas, que custará cerca de 2700 dólares e vai concorrer com o Microsoft Surface Hub e o Google Jamboard.

Realidade virtual sem fios
Enquanto a Dell apresentou um novo computador dedicado à realidade virtual mais barato o novo Inspiron custará apenas 700 dólares a Lenovo revelou os seus óculos VR autónomos na sala ao lado. Chamam-se Lenovo Mirage Solo e são baseados num design concebido pela Google no ano passado. O que é inovador neste dispositivo é que o utilizador não precisa de ligar os óculos a um computador especial nem introduzir um smartphone topo de gama: o Mirage Solo tem toda a computação necessária lá dentro e pode ser levado para qualquer lado. Será lançado antes do verão por 449,90 dólares. É mais do dobro em relação aos 199 dólares que irá custar o concorrente Oculus Go, do Facebook.
Em paralelo, a Google e a Lenovo desenvolveram a câmara VR180, para captar e partilhar conteúdos em realidade virtual. Esta custará menos de 300 dólares.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG