Maria da Conceição já tem seis recordes no Guinness

O Guinness homologou três recordes da ultramaratonista portuguesa Maria da Conceição que passa agora a deter seis registos no livro de recordes, anunciou hoje a fundação Maria Cristina, criada pela atleta filantropa.

Maria da Conceição tornou-se na mulher mais rápida a completar sete maratonas oficiais em sete continentes [inclui os subcontinentes da América do Sul e da Antártida], recorde que junta ao de mulher mais rápida a concluir uma maratona e uma ultramaratona em cada um dos sete continentes.

Além destes, o Guinness World Records distinguiu a portuguesa como a mulher com o tempo agregado mais rápido para completar uma maratona e uma ultramaratona em cada um dos sete continentes.

Em fevereiro passado, Maria da Conceição completou o desafio 777, que consistia em correr sete maratonas em sete dias em sete continentes.

A portuguesa começou a 08 de fevereiro na Austrália, seguindo-se provas nos Emirados Árabes Unidos, França Tunísia, Estados Unidos da América e Chile.

A prova na Antártida teve de ser adiada por quatro dias, devido às más condições climatéricas, pelo que o desafio ficou completo em 11 dias. O anterior recorde era de 48 dias.

Maria da Conceição, antiga assistente de bordo, fez também cair o recorde da mulher mais rápida a concluir uma maratona e uma ultramaratona em cada um dos sete continentes, que estava fixado em um ano e 180 dias, completando o desafio em um ano e 24 dias.

A ultramaratonista portuguesa criou em 2005 a Fundação Maria Cristina, inspirada na mulher que foi sua segunda mãe, perante as dificuldades da mãe biológica, que pretende auxiliar crianças no Bangladesh.

Além de promover educação básica para crianças, a fundação financia estudos secundários de forma a fortalecer as bases de futuras carreiras que possam garantir o sustento das famílias e resgatá-las da pobreza.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG