Treze pessoas detidas por exercício ilícito da atividade de segurança privada

O Núcleo de Segurança Privada efetuou um total de 870 ações de fiscalização

Nos primeiros quatro meses do ano foram detidas pela PSP, através do Núcleo de Segurança Privada (NSP), 13 pessoas por exercício ilícito da atividade de segurança privada, anunciou esta quarta-feira o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP.

Segundo um comunicado enviado pelo Cometlis, o NSP realizou um total de 870 ações de fiscalização, que resultaram, além dos 13 detidos, numa detenção por posse de arma ilegal.

Estas ações de fiscalização registaram também 324 infrações de "natureza contraordenacional", das quais 281 estavam "diretamente ligadas" ao exercício da atividade de segurança privada.

O NSP identificou ainda 2.107 cidadãos.

O Cometlis acrescenta ainda que, dada a "relevância que esta matéria possui", continuará a dedicar "especial atenção" à fiscalização do exercício da atividade de seguranç

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG