Space Prize Foundation lança prémio para jovens portuguesas

O Space Prize Portugal é um concurso concebido para encorajar e inspirar jovens mulheres a prosseguirem carreiras em Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática".

A Space Prize Foundation, que promove a literacia espacial, anunciou esta quarta-feira, em parceria com o empresário Mário Ferreira, que deverá tornar-se o primeiro turista espacial português na quinta-feira, o Space Prize Portugal, direcionado a jovens mulheres.

O Space Prize Portugal é "um concurso concebido para encorajar e inspirar jovens mulheres a prosseguirem carreiras no sector STEAM (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática).".

De acordo com um comunicado enviado às redações, a Space Prize Foundation adianta que as cinco finalistas e as duas vencedoras do prémio receberão, respetivamente, "um ano de mentoria com um líder do sector da indústria espacial" e "a oportunidade de experimentar a ausência de gravidade no espaço quando fizerem um voo 'Air Zero G'", com Mário Ferreira.

A Space Prize Foundation afirma que, "nas últimas décadas, a composição dos trabalhadores da indústria espacial não tem sido representativa da diversidade humana da Terra", e "menos de 12,5% das pessoas que viajaram para o espaço são mulheres".

No âmbito das presidências executivas no setor, as mulheres "representam apenas uma em cada cinco líderes da indústria aeroespacial e da defesa, muito embora o espaço seja um dos setores de crescimento mais rápido nos negócios e na inovação", pode ler-se no comunicado.

Para a diretora executiva do Space Prize, Kim Macharia, citada no comunicado, "a indústria espacial nunca estará à altura do seu pleno potencial até que a sua força de trabalho se torne mais representativa da população global".

Já Mário Ferreira, citado no mesmo texto, referiu que o Space Prize "inspira uma nova geração a reclamar oportunidades e a partilhar as suas vozes".

Laetitia Garriott de Cayeux, presidente executiva da Global Space Ventures e jurada do Space Prize, manifestou-se "entusiasmada com o impacto positivo e significativo que esta oportunidade trará para as mulheres portuguesas" e de todo o mundo.

O Space Prize Portugal será gerido por Manuel Vaz, "fundador do Expanding World, e está aberto a estudantes portuguesas com idades entre os 18 e os 22 anos".

"As candidaturas serão aceites entre 04 de setembro e 30 de outubro e revistas por um painel de especialistas da indústria espacial especialmente selecionado e defensores da igualdade de género, sendo as vencedoras anunciadas a 21 de dezembro", pode ainda ler-se no comunicado.

A cápsula autónoma e reutilizável New Shepard da empresa Blue Origin onde seguirão Mário Ferreira, de 54 anos, e mais cinco tripulantes descolará do deserto do Texas, nos Estados Unidos, tendo a "janela" de lançamento início previsto para as 14:30 (hora em Lisboa) de quinta-feira.

Trata-se do sexto voo suborbital com tripulantes da Blue Origin, empresa aeroespacial dirigida pelo magnata norte-americano Jeff Bezos, que em 20 de julho de 2021 se estreou nas viagens espaciais.

Se tudo correr bem, e à semelhança de outros voos, os seis tripulantes vão transpor a barreira que separa o limite da atmosfera terrestre e o espaço e sentir a microgravidade, numa curta viagem de pouco mais de 10 minutos entre a descolagem (impulsionada por um propulsor) e a aterragem (suavizada por um paraquedas). Nenhum dos tripulantes terá de pilotar a nave, uma vez que é totalmente autónoma.

O logótipo do sexto voo tripulado da Blue Origin ostenta os apelidos dos seus seis tripulantes, aos quais foram atribuídos determinados símbolos. Mário Ferreira é representado por uma caravela, numa alusão à herança portuguesa de exploração dos mares nos Descobrimentos.

O turismo espacial, por enquanto apenas acessível aos mais ricos, teve um 'boom' em 2021, ano de estreia neste nicho de mercado das empresas aeroespaciais Blue Origin, Virgin Galactic e SpaceX.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG