Três reclusos fugiram da prisão através da janela da cela

Os homens, que estavam na mesma cela, escaparam durante esta madrugada

A Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) disse que os três reclusos que se evadiram hoje de madrugada do Estabelecimento Prisional de Caxias fugiram a partir da janela da cela, ocupada por quatro detidos.

Em comunicado, a DGRSP adianta que os evadidos são dois cidadãos chilenos, com 29 e 30 anos, e um português com 30 anos e que "todos se encontravam presos a aguardar julgamento por crimes de furto e roubo em processos criminais distintos".

Uma fonte prisional havia dito antes à agência Lusa que os dois cidadãos chilenos respondiam no mesmo processo-crime.

A direção-geral "instaurou de imediato um processo de averiguações, a cargo do Serviço de Auditoria e Inspeção da Direção Geral".

A fuga dos três detidos foi comunicada às diversas forças policiais -- GNR, PSP e PJ -- para a recaptura dos evadidos.

Segundo a página eletrónica da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), o estabelecimento prisional de Caxias, situado no concelho de Oeiras, é classificado como de segurança alta e está vocacionado essencialmente para reclusos preventivos.

É composto por duas zonas prisionais, Reduto Norte e Reduto Sul (RS), que funcionam em edifícios independentes, distando entre si cerca de 300 metros funcionando, na prática, como dois estabelecimentos prisionais.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG