Quiosque da Saúde também cura com conversa

É um espaço de rastreios gratuito, com enfermagem e também psicologia

Fernanda Correia, 67 anos, moradora na freguesia de Arroios, foi incentivada pela presidente da junta a ser a primeira utente do Quiosque da Saúde local, o quarto do género em Lisboa, inaugurado ontem de manhã, no Jardim Constantino. "Venha daí!", exclamou Margarida Martins para a moradora, que lá entrou no quiosque amarelo, um espaço gratuito de rastreios da diabetes, colesterol, tensão ou triglicéridos. A enfermeira Telma Curto mediu a tensão arterial de Fernanda, que ficou um pouco assustada com os valores: "17-10? Está um pouco alta!" Desde que foi apanhada pelo vírus da gripe, a 27 de dezembro, que a tensão de Fernanda disparou, ao ponto de ter de tomar dois medicamentos por dia para a regular. A moradora, que é diabética, ficou contente com a abertura do Quiosque da Saúde. "No centro de saúde o controlo da diabetes já não é tão acessível como era em tempos. E assim passo a vir fazer aqui",afirmou Fernanda Correia.

A enfermeira Telma, que a atendeu, tem contrato de trabalho com o quiosque, tal como a psicóloga Joana Guerreiro. "Este projeto está direcionado para pessoas idosas mas também isoladas e excluídas. O que acontece muitas vezes é que a saúde acaba por ser uma desculpa para as pessoas virem conversar, conviver. Muitas vezes acabamos por descobrir outros problemas como depressões ou ansiedade", refere a psicóloga.

A presidente da junta de Arroios, Margarida Martins, acentua a tónica no convívio: "É um espaço comunitário onde as pessoas podem vir conversar, sair de casa. Não pagam nada, fazem um donativo se quiserem." Duarte Paiva, da Aca - Associação Conversa Amiga, promotora da ideia dos quiosques da Saúde, sintetiza que "o combate ao isolamento é saúde". Os profissionais são contratados mas também há voluntários.

"A Junta de Freguesia de Arroios tem 32 500 habitantes, dos quais 25% são idosos", refere Margarida Martins. "As pessoas estão isoladas mas vamos informando-as de iniciativas como esta através do nosso jornal, que é bimensal. Andávamos a falar nisto com a Aca há um ano e concretizou-se agora."

Os outros três quiosques da Saúde são em São Domingos de Benfica, Alcântara e Alvalade. "Curiosamente, o primeiro, que foi nas Olaias, já não existe porque não foi possível a parceria com a junta de freguesia. Os outros parceiros do projeto são a Fundação PT e a Tecnifar", acrescentou Duarte Paiva.

Margarida Martins acabou por se sujeitar à medição da tensão arterial no interior do quiosque. Tensão que estava "um bocadinho alta", como reconheceu a autarca, soltando uma gargalhada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG