Prostituíram a filha adolescente para pagar dívidas

Casal e alegado abusador foram detidos e estão em prisão preventiva

Um casal residente na zona do Porto foi detido pela Polícia Judiciária porque, alegadamente, e a troco de seis mil euros, "vendeu" a filha para atos sexuais.

A notícia é avançada pelo Jornal de Notícias, que cita fonte da PJ. Tudo terá começado há cerca de um ano, quando o casal começou a ter dificuldades financeiras: o marido, empresário, decidiu pedir emprestados cinco mil euros a um outro empresário de 66 anos, seu conhecido. Voltou depois a pedir-lhe mil euros e o alegado benemérito decidiu exigir, em troca do dinheiro, fotografias da filha do casal, de 17 anos, em poses pornográficas.

O casal aceitou e as exigências não terminaram: o empresário, da zona de Santa Maria da Feira, quis fotografias e filmes do casal em atos sexuais e pediu-lhes ainda para praticar atos sexuais com a filha deles. Escreve o JN que a família aceitou e os atos foram consumados num apartamento no Porto, que era propriedade do empresário da Feira.

O caso foi denunciado às autoridades através de denúncia anónima, por alguém que teve acesso ao telemóvel do empresário e encontrou as fotografias da adolescente. A PJ conseguiu depois identificar o homem e o casal suspeito de pagar a dívida prostituindo a filha, avançando depois para as detenções. Os três arguidos ficaram em prisão preventiva.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG