Praia de Carcavelos interdita a banhos

Medida é preventiva e está relacionada com as chuvas do início da semana

A praia de Carcavelos está interdita a banhos. A notícia é avançada pela TSF, que falou com o comandante da capitania do Porto de Cascais: trata-se de uma medida preventiva, na sequência das chuvas do início da semana.

Segundo o responsável, verificou-se o "galgamento dos açudes colocados nas ribeiras que se encontram na zona", devido à intensa precipitação. Esse galgamento trouxe águas sujas para a praia de Carcavelos, tendo o delegado regional de saúde determinado a interdição da prática balnear.

O delegado regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo afirmou entretanto à Lusa que a interdição da praia de Carcavelos foi "absolutamente necessária", uma vez que "não havia garantias que a água não estivesse contaminada".

"Depois de na terça-feira ter chovido como choveu e de nos termos deparado com um cenário em que tínhamos as águas sujas, ratazanas mortas, não hesitei em mandar interditar a praia. Não havia necessidade de correr riscos desnecessários", sublinhou o delegado regional de Saúde, Mário Durval, responsável pela decisão de interditar os banhos naquela praia.

Aguardam-se agora - para sexta-feira - os resultados das análises que possam atestar a qualidade da água, que serão realizadas pela Agência Portuguesa do Ambiente e pela Câmara Municipal de Cascais. Só nesse dia, após a conclusão das análises à qualidade da água, a situação poderá ser normalizada.

"Se as análises determinarem que não há risco a praia é reaberta. Caso contrário, permanecerá interditada até que os resultados sejam positivos", disse o delegado regional de Saúde.

O responsável pela Polícia Marítima de Cascais ressalvou à Lusa que não houve qualquer queixa por parte dos banhistas a eventuais efeitos adversos das águas e sublinhou que houve compreensão por parte destes à decisão de interdição.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG