Praia da Nazaré é a primeira com vigilância todo o ano

"A Nazaré é visitada anualmente por muitos milhares de turistas e o afluxo no inverno é cada vez maior, o que justifica um reforço na segurança", afirmou o autarca local

A Praia da Nazaré vai ser a primeira do país vigiada durante todo o ano, na sequência de um protocolo entre a associação local de nadadores-salvadores e a Câmara, que suportará os custos da vigilância.

"A Nazaré é visitada anualmente por muitos milhares de turistas e o afluxo no inverno é cada vez maior, o que justifica um reforço na segurança e assistência a banhistas para além da época balnear", disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Nazaré, no distrito de Leiria, Walter Chicharro.

A medida entra em vigor no próximo dia 16 e vai prolongar-se até 31 de dezembro de 2018, estipula o protocolo firmado entre a autarquia e a Associação de Nadadores Salvadores da Nazaré, que irá assegurar, de forma contínua, a vigilância da Praia da Nazaré e da Praia do Norte, associada ao 'surf' de ondas grandes.

"Era uma intenção que já tínhamos expressado nos últimos anos e cujos custos a Câmara entendeu que devia assumir agora, quer pelo aumento de visitantes quer pela folga em termos financeiros por via da redução da dívida", sublinhou o responsável pela autarquia, que assume o pagamento de 123.927 euros para acautelar "uma praia de qualidade, com segurança para as famílias, doze meses por ano".

De acordo com o protocolo a que a Lusa teve acesso, a verba destina-se ao pagamento do combustível de uma Moto4 [cedida pela Câmara à associação] e dos vencimentos dos nadadores-salvadores.

Cinco nadadores-salvadores estarão ao serviço por um período de 16 meses, aos quais se juntam mais três por um período de três meses "em que é preciso reforçar a época balnear" e, ainda segundo Walter Chicharro, "mais três para assegurar o serviço na época da passagem do ano", quando a vila recebe milhares de visitantes para assistir aos festejos no areal.

Para além do apoio financeiro e da moto 4, a Câmara adquiriu "todo o equipamento necessário para o exercício das funções dos nadadores-salvadores, como pranchas, fardas e boias que já foram entregues", acrescentou o presidente, ressalvando que está igualmente a ser feito um investimento em "fardamento adequado para o inverno, nomeadamente calças, casacos de neoprene e gorros".

A Câmara está ainda a negociar com uma marca automóvel a cedência de uma viatura para patrulhamento das praias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG