Como um estudante desarmou um atirador na universidade

Polícia divulgou agora as imagens

Jon Meis, estudante e voluntário do corpo de segurança da Universidade Seattle Pacific, em Washington, desarmou, em 2014, um homem armado suspeito de disparar sobre três pessoas.

O vídeo do episódio foi agora revelado pelo gabinete do procurador de justiça do condado de King, no estado de Washington, no âmbito do julgamento de Aaron Ybarra, o homem acusado de balear um caloiro, que morreu, e dois outros alunos, que sobreviveram aos disparos.

Meis, o estudante, atacou Ybarra com gás pimenta e aproveitou o efeito surpresa para o desarmar, evitando uma tragédia maior. "Sabia que se não o parasse ele ia continuar", explicou o estudante em entrevista à cadeia de televisão NBC News.

John Meis, que acaba de se formar em engenharia, tem sido considerado um herói. Aaron Ybarra é acusado de homicídio qualificado e tentativa de homicídio. Em 2014, tinha 27 anos e um longo historial de doença mental.

A divulgação do vídeo acontece mais de dois anos depois do sucedido, por pressão dos media norte-americanos. Até agora, a universidade e o procurador tinham-se oposto à sua transmissão, defendendo que tornar as imagens públicas incitaria à violência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG