Papa e Zuckerberg discutem tecnologia num "encontro inesquecível"

Empreendedor da tecnologia considerou este "um encontro que nunca esquecerá"

Mark Zuckerberg, criador de uma das redes sociais mais populares de sempre, reuniu-se, esta segunda-feira, com o Papa Francisco, no Vaticano. O pontífice e o empreendedor conversaram, de acordo com o comunicado do Vaticano, sobre as tecnologias da comunicação e debaterem o modo como tais meios podem ser usados para aliviar a pobreza, levando uma mensagem de esperança aos menos afortunados.

"Dissemos-lhe o quanto admiramos a sua mensagem de misericórdia e ternura", escreveu Zuckerberg no Facebook. "Discutimos a importância de ligar as pessoas, especialmente nas partes do mundo onde não há acesso à Internet", sublinhou o empresário, que partilhou uma foto com o líder máximo da Igreja Católica.

A Francisco, Zuckerberg ofereceu um modelo do Aquila, o avião alimentado a energia solar que levará Internet a lugares onde ainda não existe. Cada aparelho deverá garantir a conectividade de uma área de mais de 90 quilómetros.

"Foi um encontro que nunca esqueceremos. É possível sentir o calor e bondade [do papa], e perceber o quanto se preocupa com ajudar os outros", termina o fundador do Facebook.

Mark Zuckerberg anunciou a viagem a Itália na semana passada, depois de o país ter sido afetado por um avassalador tremor de terra. O criador do Facebook cresceu no seio de uma família judia, embora se identifique atualmente como ateu e professe o budismo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG