Pais de bebé que morreu no Dubai tiveram outra menina

Menos de dois anos depois de terem perdido uma bebé prematura no Dubai, Gonçalo e Eugénia tiveram outra filha. Mas os primeiros dias foram difíceis

Em outubro de 2014, Gonçalo e Eugénia Queiroz mobilizaram o país depois de terem tido uma bebé prematura no Dubai, onde estavam emigrados, e não terem dinheiro para pagar as despesas hospitalares. Com o apoio de desconhecidos que ficaram sensibilizados para a sua situação, conseguiram pagar as despesas, mas a menina, Margarida, morreu ao 19.º dia de vida. A 9 de agosto deste ano, o casal teve mais uma menina, também prematura, e, uma vez mais, os primeiros dias foram difíceis.

Giovana nasceu com apenas 1,660 gramas e teve de ficar internada, nos cuidados intensivos. Ao longo dos últimos dias Eugénia Queiroz foi partilhando as novidades no Facebook, dando conta de cada grama ganha ou perdida pela bebé.

O casal conseguiu angariar mais de 100 mil euros aquando do parto de Margarida. Gonçalo e Eugénia Queiroz anunciaram então que, depois de pagas as despesas médicas no Dubai, iriam fazer donativos à Maternidade Alfredo da Costa e à Associação XXS (com dinheiro angariado em Portugal) e a uma igreja (com o dinheiro angariado no Dubai).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG