Pai de italiana que morreu em acidente critica condições da viagem

"Só sei que enviei a minha filha tranquilamente para este país amigo, e devolvem-ma morta", disse o pai de Serena Saracino

Serena Saracino, de 22 anos, é uma das 13 vítimas mortais do acidente com um autocarro em Espanha. O pai da aluna erasmus, Alessandro Saracino, falou publicamente para pedir que uma tragédia do género não volte a acontecer.

Sete das vítimas mortais do acidente em Tarragona eram italianas e Serena estava no 4.º ano de Farmácia. O autocarro com estudantes erasmus era último de um grupo de cinco e despistou-se perto das seis da manhã quando fazia a ligação entre Valência e Barcelona. Mais de 60 estudantes internacionais foram conhecer as festas das fogueiras.

"Era demasiado tarde para conduzir um autocarro cheio de jovens, que chegaram aqui para serem cuidados e em vez disso morreram. A essa hora, os condutores estão cansados", apontou Alessandro Saracino, citado pelo El País. "Um país tão bonito como este devia ter garantido a estes jovens uma viagem plena de segurança. Conduzir debaixo da chuva, às quatro da manhã, não é segurança", acrescentou.

As primeiras investigações indicam que o condutor terá adormecido ao volante."Só sei que enviei a minha filha tranquilamente para este país amigo, e devolvem-ma morta. Só espero que nunca jamais se repita uma tragédia deste tipo." O italiano confessou ainda que só falou publicamente para que a situação não se repita.

Exclusivos

Premium

Flamengo-Grémio

Jesus transporta sonho da Champions para a Libertadores

O treinador português sempre disse que tinha o sonho de um dia conquistar a Liga dos Campeões. Tem agora a oportunidade de fazer história levando o Flamengo à final da Taça Libertadores para se poder coroar campeão da América do Sul. O Rio de Janeiro está em ebulição e uma vitória sobre o Grémio irá colocar o Mister no patamar de herói.