Os EUA querem saber quanta Nutella comem os americanos

Ferrero quer que a informação nutricional em destaque no rótulo da Nutella diga respeito a uma porção menor. EUA têm dúvidas sobre as quantidades ingeridas e foram perguntar online

A italiana Ferrero, casa mãe da Nutella, quer que a agência norte-americana para a alimentação e medicamentos (Food and Drug Administration, ou FDA no original) altere a informação nutricional colocada bem em destaque na parte frontal dos potes com creme de avelã e cacau. Em causa, o tamanho da porção: a FDA considera que a Nutella é um 'topping' de sobremesa e que, em média, cada dose servida ronda as duas colheres de sopa, o que equivale a 37 gramas e 200 calorias por porção. Ora, é este número que vem estampado no pote, pelo menos nos EUA - no Reino Unido ou mesmo em Portugal, o número de calorias é melhor porque se considera que são ingeridos menos gramas por dose: apenas 15 gramas, e 81 calorias.

A luta da Ferrero é esta: se noutros países os amantes de Nutella comem menos por porção, não há razão para assustar os norte-americanos com as 200 calorias de uma porção maior. Querem assim que os EUA reclassifiquem o creme, o tirem da categoria dos 'toppings' e o coloquem na categoria das compotas, em que se considera que a porção média ingerida é de uma colher de sopa, 20 gramas no máximo.

A razão para que a dose de Nutella não seja equivalente à das compotas nos EUA relaciona-se, antes de mais, com a tradição: a ideia de que são sempre ingeridas duas colheres de sopa de cada vez vem já da década de 1990, recorda a BBC, quando o creme era colocado muitas vezes no topo de uma bola de gelado. Já a Ferrero alega que os tempos mudam e que hoje, nos EUA, o creme para barrar é sobretudo ingerido com pão ou tostas, em doses mais reduzidas, tal como um doce de fruta. A diferença do número de calorias por porção no rótulo frontal, garante a empresa, fará diferença, uma vez que a informação nutricional influencia, obviamente, os compradores no supermercado.

Perante as duas versões, a FDA decidiu recolher informação online e perguntar aos norte-americanos: afinal, quanta Nutella comem de cada vez que abrem o frasco? Numa página para o efeito na Internet, um texto detalha como poderão fazer chegar as respostas à entidade, respostas estas que poderão ser enviadas até ao dia 3 de janeiro de 2017.

Já a Ferrero conduziu um inquérito que contou com a participação de 722 mães que compram Nutella, e chegou à conclusão de que 74% comem o creme em torradas ou sanduíches.

No entanto, mesmo que a Nutella seja "reclassificada" como uma compota nos EUA e no rótulo a informação nutricional colocada seja para uma porção menor, o creme continuará a ser duas vezes mais calórico do que um doce de morango, por exemplo, que tem cerca de 50 calorias por cada colher de sopa ingerida - a Nutella chega praticamente às 100.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG