Orcas como papagaios: mamíferos imitam sons humanos

Os cientistas sublinham que apenas uma pequena fração do reino animal pode reproduzir o discurso humano

Chamadas de "baleias assassinas", apesar de pertencerem à família dos golfinhos, um estudo recente indicou que estes mamíferos conseguem, tal como os papagaios, reproduzir palavras como 'hello' e 'bye bye', assim como sons de outras orcas.

Num vídeo, consegue ouvir-se um grito que chama o nome "Amy", mas não é uma pessoa que o diz, mas sim uma orca chamada Wikie.

O estudo indica que estes golfinhos são capazes de imitar o discurso humano, em alguns casos logo à primeira tentativa, assim como conseguem copiar sons desconhecidos produzidos por outras orcas.

As orcas já eram conhecidas pela sua capacidade em copiar os movimentos de outras orcas, mas algumas pesquisas sugerem que também podem imitar sons de golfinhos e de leões-marinhos.


"Queríamos ver o quão flexível é a orca na reprodução de sons", disse Josep Call, professor na Universidade de St. Andrews, na Escócia, e co-autor do estudo, citado pelo The Guardian.

Os investigadores decidiram então testar o mamífero e levá-lo a reproduzir algo que não faz parte do seu repertório, como a palavra "Olá".

Wikie não é o primeiro animal a ter conseguido produzir sons humanos: golfinhos, elefantes, papagaios, orangotangos e até baleias já o fizeram.

No entanto, os cientistas sublinham que apenas uma pequena fração do reino animal pode imitar o discurso humano.

Os detalhes do estudo foram publicados na revista científica Proceedings of the Royal Society B: Biological Sciences, que conta com investigadores da Alemanha, Reino Unido, Espanha e Chile que realizaram a pesquisa com Wikie, uma orca feminina de 14 anos que vive num aquário, em França.

Ao longo do estudo, o sucesso da orca Wikie foi testado pelos seus dois treinadores e depois confirmado por gravações de seis árbitros independentes que os compararam ao som original.

"Julgo que temos aqui a primeira evidência de que as orcas podem aprender novos sons pela imitação vocal, e isso é algo que poderia ser a base dos dialetos que observamos na natureza - é plausível", disse Call.

Veja o vídeo da orca que sabe cumprimentar como os humanos:

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG