António Costa lamenta morte de "grande referência da consciência social"

O primeiro-ministro lamentou hoje a morte do bispo emérito de Setúbal Manuel Martins, uma "grande referência da consciência social", afirmando que a "melhor homenagem à sua memória é a ação pela erradicação da pobreza".

"É com tristeza que recebo a notícia do falecimento de D. Manuel Martins, grande referência da consciência social. A melhor homenagem à sua memória é a ação pela erradicação da pobreza", afirmou António Costa, numa mensagem enviada à Lusa.

Manuel Martins, bispo de Setúbal entre 1975 e 1998, morreu hoje aos 90 anos, informou, em comunicado, a Diocese de Setúbal.

Durante a crise dos anos 80, Manuel Martins chegou a ser conhecido por "bispo vermelho" pelas denúncias que fez de situações de pobreza e de fome na região.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG