exclusivo
Sociedade
28 novembro 2022 às 07h00

Nascia em 1896 um atlas sem fronteiras, longe da terra, perto do céu

São presença em todas as latitudes, em formas e quantidades variáveis. Exuberantes habitantes da atmosfera, as nuvens merecem a atenção dos humanos desde os primórdios da nossa espécie, embora o seu estudo sistemático seja tributário do século XIX. Em 1896, nascia o Atlas Internacional de Nuvens e todo um novo significado para os céus.

/img/placeholders/redacao-dn.png
Jorge Andrade
/img/placeholders/redacao-dn.png
Jorge Andrade