Mulher cai ao rio durante passeio nos Passadiços do Paiva

Devido à dificuldade de aceder ao local, o resgate demorou cerca de uma hora e meia. A mulher escapou praticamente ilesa

Uma mulher com cerca de 50 anos caiu ao rio, por volta das 13.40, enquanto fazia os percursos dos Passadiços do Paiva, em Arouca. Apesar de a corrente estar forte, a mulher conseguiu nadar até à margem, onde foi resgatada pelos Bombeiros Voluntários de Arouca ao fim de aproximadamente uma hora e meia.

"A senhora teve uma coragem impressionante. Aproveitou a influência da corrente, que era muito forte, e nadou algumas centenas de metros até sair para a margem direita", disse ao DN Floriano Amaral, comandante dos bombeiros. Segundo a mesma fonte, "é extremamente difícil aceder ao local", o que explica o facto de o resgate ter demorado tanto tempo. "A mulher manteve a calma. Está estável e não sofreu ferimentos significativos", afirmou.

Joana Monteiro, que assistiu ao acidente, contou ao DN que a mulher tinha descido umas escadas até uma zona de pedras junto à água. "Penso que terá escorregado", adiantou. Os familiares desceram de imediato para ajudar, mas a mulher foi "arrastada pela corrente". Pouco tempo depois, a vítima foi vista fora de água "numa zona que tem areia".

Parcialmente destruídos por um incêndio em setembro do ano passado, os Passadiços - percurso de oito quilómetros ao longo das margens do rio Paiva - reabriram ao público em fevereiro. A duração média do trajeto é de duas horas e meia e o nível de dificuldade é considerado "alto".

Exclusivos