Movimento no Facebook tenta marcar manif para hoje em Belém

"Chega de inação", escreve o promotor da iniciativa

A tragédia dos incêndios em Portugal -- e a resposta do governo relativamente ao assunto -- levou à criação no Facebook, a rede social mais utilizada no país, do movimento Todos a Belém.

O objetivo é "fazer sentir com a nossa presença a repulsa pelo que está a ocorrer e disso dar conta ao Presidente com a nossa presença. Chega de inacção", como se pode ler na referida página.

A ideia surge no mesmo dia em que se ficou a saber que, na Galiza, milhares de pessoas saíram à rua para protestar contra a ação das autoridades nos fogos que tiraram a vida a quatro pessoas.

A ação de protesto Todos a Belém visa juntar quem quiser/puder participar esta terça-feira, às 19:30, frente à residência oficial do Presidente da República.

A julgar pelas primeiras reações registadas na página do Facebook, no entanto, a iniciativa poderá não ter um êxito tão grande quanto os organizadores gostariam. A maioria das pessoas elogia a ideia mas afirma que, por uma ou outra razão, não poderá estar presente.

Há também quem sugira passar a manifestação para sábado.

Ao fim do dia, ainda assim, 360 cibernautas afirmavam que iriam estar presentes -- de 793 "interessados".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG