Monte Etna entra em erupção e é iluminado por relâmpagos

Estes raios são um fenómeno misterioso associado a grandes erupções vulcânicas

O Monte Etna, na Sicília, entrou em erupção na noite de quinta-feira e iluminou o céu noturno com relâmpagos vulcânicos. O Etna é um dos maiores e mais ativos vulcões europeus. A atividade na cratera Voragine, uma das cinco, começou no início de novembro, segundo a Sociedade de Vulcanologia Europeia.

Estes raios, um fenómeno misterioso associado a grandes erupções vulcânicas, podem ser vistos claramente dentro da nuvem de fumo e cinzas, numa imagem captada por Marco Restivo. Embora o fenómeno não esteja bem explicado, alguns especialistas avançam que os relâmpagos resultam da carga elétrica das partículas de cinza.

A erupção do vulcão islandês Eyjafjallajökull, em 2010, por exemplo, gerou uma enorme "tempestade suja" e muitos raios.

Com os seus 3329 metros a destacarem-se na paisagem da parte oriental da Sicília, entre as províncias de Messina e Catânia, o Etna terá registado a sua primeira erupção há 500 mil anos, quando a ilha ainda estava submersa.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG