Ministério da Educação abre 3.259 vagas para professores integrarem quadros

As candidaturas estão abertas a partir desta sexta-feira e podem ser apresentadas ao longo dos próximos sete dias úteis.

O Ministério da Educação voltou este ano a aumentar o número de vagas para o concurso externo, que permite a integração nos quadros de educadores de infância e docentes, com um total de 3.259 lugares disponibilizados.

De acordo com a portaria publicada na quinta-feira e divulgada esta sexta-feira pelo Ministério da Educação, o concurso destinado a educadores de infância e a professores dos ensinos básico e secundário para o ano letivo de 2022/2023 conta com 3.259 vagas de quadro de zona pedagógica.

Depois de no ano passado ter aumentado o número de vagas em 278 % comparativamente ao anterior, passando de 872 vagas para 2.424, os lugares disponíveis voltaram a aumentar, desta vez em 34,5% (mais 835 do que em 2021).

"O total de vagas a concurso corresponde a 2.730 vagas da norma-travão acrescidas de 529 vagas nos quadros de zonas pedagógica e grupos de recrutamento mais deficitários", refere o Ministério da Educação em comunicado.

A mesma portaria fixou ainda uma dotação de 28 vagas para o ensino artístico especializado da música e da dança.

O concurso "tem em vista o preenchimento de vagas existentes nos quadros de zona pedagógica, bem como o preenchimento de necessidades temporárias através de mobilidade interna, de contratação inicial e das consequentes reservas de recrutamento".

As candidaturas estão abertas a partir desta sexta-feira e podem ser apresentadas ao longo dos próximos sete dias úteis.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG