Metro de Lisboa abre estações de Santa Apolónia, Oriente e Rossio aos sem abrigo

O Metropolitano de Lisboa anunciou esta terça-feira que foi ativado um Plano de Contingência e que vai abrir as três estações da sua rede no período noturno

O Metropolitano de Lisboa, em articulação com a Câmara Municipal (CML), vai abrir aos sem-abrigo as estações de Santa Apolónia, Oriente e Rossio a partir da madrugada desta quarta-feira para que essas pessoas possam pernoitar nas noites de temperaturas baixas.

O Metropolitano de Lisboa anunciou esta terça-feira que foi ativado um Plano de Contingência e que vai abrir as três estações da sua rede no período noturno, devido às previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, que apontam para uma descida acentuada das temperaturas noturnas.

A estação de Santa Apolónia estará aberta no átrio superior, a do Oriente no acesso oposto ao Centro Comercial Vasco da Gama e o Rossio no acesso nascente.

"Esta iniciativa articulada pressupõe triagem, higiene e tomada de refeições em instalações Municipais e locais de pernoita em vários locais, entre eles nas referidas estações", refere o Metropolitano de Lisboa em comunicado.

A CML/Cruz Vermelha vão fornecer sacos cama para a pernoita nas estações das pessoas em situação de sem abrigo.

Matosinhos distribui mantas e camisolas pelas pessoas sem-abrigo devido ao frio

Mais a noite, as pessoas sem-abrigo em Matosinhos recusam pernoitar nos alojamentos cedidos pela câmara local para fazer face às baixas temperaturas e, por isso, vão-lhes ser dadas mantas e camisolas térmicas, adiantou à Lusa fonte da autarquia.

"Todas as pessoas em condição de sem-abrigo [do concelho] foram já contactadas pelos serviços da Câmara de Matosinhos e nenhuma se mostrou disponível para pernoitar nos alojamentos cedidos", reforçou a fonte desta câmara do distrito do Porto.

Para minimizar o impacto do frio previsto, a autarquia comprou mantas e camisolas térmicas que, esta noite, vão ser distribuídas.

A distribuição destes agasalhos vai ser feita por uma equipa do Projeto Novas Metas, programa municipal de redução de riscos e minimização de danos dirigido à população toxicodependente, muitos em condição de sem-abrigo.

Além disso, os serviços da autarquia estão a contactar os idosos referenciados como não tendo retaguarda familiar para os alertar para os cuidados a ter para enfrentar as baixas temperaturas.

A Proteção Civil emitiu esta terça-feira um aviso à população devido à previsão de frio, chuva e vento, recomendando à população que tome medidas de prevenção e dê especial atenção ao uso de equipamentos de combustão.

O aviso à população da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) tem por base informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que prevê para esta terça-feira e para quarta-feira tempo frio, com temperaturas mínimas a variar entre os -4ºC e os 8ºC e as máximas entre os 5ºC e os 17ºC, e vento que pode ser forte nas terras altas.

A ANEPC destaca também a necessidade de especial atenção aos grupos populacionais mais vulneráveis, crianças, idosos e pessoas portadoras de patologias crónicas e população sem-abrigo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG