Medina é candidato à Câmara? Só diz "no final do ano"

Atual presidente realçou que ainda falta um ano para as eleições e quer concentrar-se nos desafios que tem pela frente

Fernando Medina diz que a decisão sobre uma candidatura à presidência da Câmara Municipal de Lisboa será tomada "a seu tempo". Porém, a questão deverá ficar esclarecida "até ao final do ano". Em declarações no Fórum da TSF, o autarca salientou ainda que "ainda falta um ano" para as eleições e que quer concentrar-se nos "desafios" que tem pela frente.

O preço dos transportes públicos, as ciclovias e o estacionamento são três dos planos que Medina quer concretizar. O presidente da Câmara pretende que tantos os bilhetes como os passes tenham preços mais reduzidos. "Considero importante que, nomeadamente para a população mais idosa e os jovens, os preços possam ser diminuídos", afirmou à TSF. Acrescentou ainda que haverá novidades até ao final de junho sobre o projeto de transferir para a Câmara a gestão dos transportes, podendo estar concluído no final deste ano.

O autarca firmou ainda que haverá uma rede de parques de estacionamento perto de alguns pontos importantes de transportes, como "junto à estação de metro da Pontinha", Lumiar e Santa Clara.

Quanto às ciclovias, Fernando Medina referiu que o projeto que está a ser analisado é visto como um "dos mais ambiciosos, mas também dos mais importantes" do seu mandato. Considerando que atualmente a "bicicleta é muito mais do que um meio de lazer", a rede de ciclovias deve, por isso, abranger toda a cidade, com a respetiva sinalética e informação, para quem escolher este transporte saber que pode ir para qualquer ponto da capital.

Fernando Medina tomou posse como presidente da Câmara Municipal de Lisboa há um ano, sucedendo a António Costa que optou por concentrar-se na liderança do PS, numa altura em que preparava as eleições legislativas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG