Mário Ferreira é o primeiro português a ir ao espaço

Blue Origin, de Jeff Bezos, anuncia tripulação da próxima missão espacial da sua New Shepard.

O empresário Mário Ferreira vai ser o primeiro português a ir ao espaço. A empresa norte-americana Blue Origin, do fundador da Amazon Jeff Bezos, anunciou esta sexta-feira a tripulação do 22.º voo da cápsula New Shepard, que contará com CEO da Douro Azul. A data do voo ainda não foi anunciada.

Mário Ferreira há muito que tinha demonstrado interesse em ser "turista espacial", sendo público que tinha comprado bilhete na Virgin Galactic, empresa de voos suborbitais de Richard Branson. No entanto, os atrasos no desenvolvimento destes aparelhos acabaram por levá-lo a procurar outros projetos.

No site oficial da Blue Origin, foi ainda anunciado que a tripulação será composta, além do português, pelo primeiro astronauta do Egito, a engenheira Sara Sabry.

Também a alpinista britânica-americana Vanessa O'Brien participará nesta missão, tornando-se a primeira mulher a alcançar os extremos em terra, mar e ar, uma vez que completou o Explorers' Extreme Trifecta, um recorde mundial do Guinness. 

Coby Cotton co-fundador do canal do YouTube Dude Perfect, o canal desportivo com mais pessoas inscritas no YouTube, o guru da tecnologia Clint Kelly III e o executivo das telecomunicações Steve Young compõem o resto da tripulação.

Fundada pelo bilionário americano Jeff Bezos, o dono da Amazon, a Blue Origin efetua desde 2021 voos espaciais, que, por irem acima da linha Kerman (100 km da Terra), conferem, em princípio, a condição de astronauta aos tripulantes. O próprio Bezos esteve no primeiro voo tripulado, com mais três pessoas, a 20 de julho do ano passado.

O nome do astronauta português tinha sido prometido na cimeira dos exploradores GlexSummit 2022, que decorreu nos Açores. Na altura, o astronauta Richard Garriott prometera que seria "um nome que o país [iria] conhecer".

O empresário Mário Ferreira é o presidente do grupo Pluris Investiments que detém, além de uma posição de capital de referência na TVI, a empresa Douro Azul, de cruzeiros no Douro. Recentemente, tem estado nas notícias devido ao financiamento que o seu grupo obteve do Banco de Fomento -- um caso que foi inclusivamente levado à colação esta semana no debate do Estado da Nação, no parlamento -- bem como pelo facto de a Douro Azul estar a ser investigada pela Autoridade Tributária na chamada operação "Ferry". Neste último caso, o empresário foi a 7 de julho constituído arguido, como o próprio tinha pedido, de forma a melhor se poder defender das suspeitas de fraude qualificada e branqueamento.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG