Julgamento de condutor que matou criança começa sexta-feira

Tribunal de Ponta Delgada julga caso de um homem acusado de homicídio por negligência grosseira de uma criança de 10 anos, em fevereiro de 2014

O acidente, segundo a acusação ocorreu pelas 8.00, na Avenida Infante D. Henrique, no centro da cidade de Ponta Delgada, quando o menor estava a sair do autocarro e ficou preso pela mochila na porta traseira, acabando por ser atropelado pela roda do veículo.

O autocarro, conduzido pelo arguido de 58 anos, fazia um percurso entre a freguesia do Livramento e a cidade de Ponta Delgada, transportando estudantes para um estabelecimento de ensino na cidade, entre eles o menor.

O Ministério Público alega que o condutor "não esperou que a vítima saísse por completo do autocarro, tendo fechado a porta do veículo, prendendo o menor pela mochila que trazia nas costas, e logo arrancou com o autocarro e sem nada verificar, designadamente pelo espelho retrovisor, que dava campo de visão para a porta traseira".

O arguido terá sido alegadamente advertido para a situação por outros passageiros, "incluindo colegas do menor", que começaram a gritar indicando que a criança "começava a ser arrastada" e estava presa na porta.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG