Jovem agredido diz que levou "uma facada" e perdeu os sentidos

"Do nada apareceram os seguranças e vieram ter connosco", disse um dos jovens alvo da agressão

Um dos jovens agredidos à porta da discoteca Urban Beach na madrugada desta quarta-feira contou esta noite à SIC que, além de murros e pontapés, também levou "uma facada na perna" que o fez perder os sentidos.

Em declarações reproduzidas pela estação de Carnaxide, Magnusson Brandão Gomes afirmou que estava com mais três amigos a passar frente à na zona de Santos quando "do nada apareceram os seguranças" que os interpelaram.

"Perguntaram o que estávamos ali a fazer. Dissemos: "estamos a passear". Viemos cá mas ainda estamos a decidir se vamos entrar ou não", contou. "Eles perguntaram se viemos curtir ou roubar, nós respondemos que não. Eles disseram: "vocês vieram foi para roubar"", tendo nesta altura começado as agressões.

Segundo o jovem, um dos seguranças "deu-me um soco e eu caí. Ao levantar-me, veio outro e deu-me uma cabeçada. Voltei a cair e fiquei inconsciente".

O alegado esfaqueamento aconteceu no meio da confusão: "O meu colega tentou ajudar-me a levantar e começaram aos pontapés na cara e nas costas. Houve um que passou e deu-me uma facada na perna".

Brandão Gomes disse que dois dos amigos escaparam e foram chamar a PSP, que "foi atrás deles [os agressores] para os identificar".

"A PSP viu que eu não estava bem. Apaguei de novo e só voltei a acordar dentro da ambulância e estava lá o meu colega, que também tinha sofrido a agressão", contou o jovem à SIC.

O caso ganhou maior visibilidade esta quinta-feira através das redes sociais, que partilharam o vídeo da agressão, e o Ministério Público já abriu inquérito, estando a investigação a cargo da PSP

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG