Incêndio em Abrantes faz oito feridos, dois com gravidade

O fogo, que já está em fase de conclusão, está a ser combatido por cerca de 170 operacionais

Três bombeiros voluntários e cinco de uma equipa da AFOCELCA ficaram esta segunda-feira feridos, num incêndio na zona de Crucifixo, freguesia do Tramagal, concelho de Abrantes. De acordo com Cristina Gonçalves, diretora clínica do Centro Hospitalar Médio Tejo, em declarações à SIC Notícias, deram entrada no hospital nove pessoas, cinco com queimaduras, duas com queimaduras da via aérea e "dois queimados" que precisam de cuidados especializados. Acrescentou que, de entre essas nove pessoas, um dos feridos veio do incêndio em Tomar.

Maria do Céu Albuquerque, autarca de Abrantes, afirmou que o médico da equipa do INEM que assistiu os elementos da AFOCELCA deu dois dos feridos como estando em estado grave e três com ferimentos ligeiros. Os bombeiros são feridos sem gravidade e encontram-se "recompostos".

De acordo com a assessoria do Centro Hospitalar do Médio Tejo, os três bombeiros foram assistidos por inalação de fumo. Quanto aos cinco elementos da AFOCELCA, sofreram queimaduras e vão ser transferidos do Hospital de Abrantes para uma unidade de referência de queimados.

Três feridos vão ser transportados para unidades de queimados em Lisboa e Porto, disse à agência Lusa Maria do Céu Albuquerque.

"Há três bombeiros feridos, vítimas de inalação de fumos e de exaustão. São situações sem gravidade. Um desses bombeiros tem, contudo, um problema cardíaco e foi ao hospital", afirmou.

Os dois graves e um dos ligeiros serão transportados para unidades de queimados de Lisboa e Porto, disse a autarca.

A Linha da Beira Baixa, que atravessa aquela região, está cortada, disse também a responsável, em declarações à Lusa às 16:15.

"O incêndio está em conclusão. Não há casas, não houve ameaças em casas. Apenas a registar um anexo agrícola queimado, que se presume que nem tinha utilização", disse ainda.

A AFOCELCA é um Agrupamento Complementar de Empresas, foi criada em 2002 pela união de esforços entre as empresas Aliança Florestal (Grupo Portucel-Soporcel), Celbi (Stora-Enso), e Silvicaima (Caima), mantendo-se atualmente do grupo The Navigator Company e do grupo ALTRI.

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Sociedade
Pub
Pub