Este gene pode ajudar na luta contra o cancro

O novo gene identificado como C6orf106 ou "C6" tem um papel-chave na regulação da resposta imunológica do corpo perante infeções e doenças

Um grupo de cientistas australianos indentificou um gene que pode ajudar a desenvolver novos tratamentos contra a gripe, a artrite e mesmo o cancro, informou a Organização para a Investigação Industrial e Científica da Commonwealth da Austrália (CSIRO).

O novo gene identificado como C6orf106 ou "C6" tem um papel-chave na regulação da resposta imunológica do corpo perante infeções e doenças, segundo a mesma fonte.

O gene controla a produção de proteínas relacionadas com doenças infecciosas, assim como cancro e a diabetes, revelou a organização em comunicado.

"As citocinas [um termo genérico empregado para designar um extenso grupo de moléculas envolvidas na emissão de sinais entre as células] reguladas pelo 'C6' estão ligadas a uma grande variedade de doenças, incluindo o cancro, a diabetes e (..) a artrite reumatoide", explicou o investigador da CSIRO Cameron Steward.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.