Este gene pode ajudar na luta contra o cancro

O novo gene identificado como C6orf106 ou "C6" tem um papel-chave na regulação da resposta imunológica do corpo perante infeções e doenças

Um grupo de cientistas australianos indentificou um gene que pode ajudar a desenvolver novos tratamentos contra a gripe, a artrite e mesmo o cancro, informou a Organização para a Investigação Industrial e Científica da Commonwealth da Austrália (CSIRO).

O novo gene identificado como C6orf106 ou "C6" tem um papel-chave na regulação da resposta imunológica do corpo perante infeções e doenças, segundo a mesma fonte.

O gene controla a produção de proteínas relacionadas com doenças infecciosas, assim como cancro e a diabetes, revelou a organização em comunicado.

"As citocinas [um termo genérico empregado para designar um extenso grupo de moléculas envolvidas na emissão de sinais entre as células] reguladas pelo 'C6' estão ligadas a uma grande variedade de doenças, incluindo o cancro, a diabetes e (..) a artrite reumatoide", explicou o investigador da CSIRO Cameron Steward.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Falta (transparência) de financiamento na ciência

No início de 2018 foi apresentado em Portugal um relatório da OCDE sobre Ensino Superior e a Ciência. No diagnóstico feito à situação portuguesa conclui-se que é imperativa a necessidade de reformar e reorganizar a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), de aumentar a sua capacidade de gestão estratégica e de afastar o risco de captura de financiamento por áreas ou grupos. Quase um ano depois, relativamente a estas medidas que se impunham, o governo nada fez.