Dois feridos em Abrantes com "prognóstico reservado" no Hospital de São José

Um dos feridos foi "helitransportado"

Dois feridos no incêndio que esta segunda-feira deflagrou em Abrantes, no distrito de Santarém, foram transportados para a unidade cuidados intensivos do Hospital de São José, em Lisboa, e encontram-se com "prognóstico reservado", informou fonte hospitalar.

"Neste momento posso confirmar que deram entrada dois doentes, um deles helitransportado, para a unidade de cuidados intensivos de queimados, ambos com prognóstico reservado", afirmou à Lusa fonte oficial da unidade hospitalar de Lisboa.

Segundo a mesma fonte, os dois feridos deram entrada "durante a tarde" na unidade de cuidados intensivos de queimados do centro hospitalar de Lisboa Central, acrescentando não poder prestar mais informações.

A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, disse hoje à Lusa que três dos feridos no incêndio que deflagrou no concelho seriam transportados para unidades de queimados em Lisboa e Porto.

Além destes três feridos, o incêndio em Abrantes fez ainda mais três vítimas por inalação de fumos e exaustão, sem gravidade, e outros dois feridos ligeiros.

Do total de oito feridos, cinco pertencem aos sapadores da Afocelca - Prevenção e combate a incêndios florestais - dos quais dois eram considerados graves e os restantes ligeiros.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG