Ikea reforça alerta após morte de 8.ª criança por causa de cómoda

A marca sueca lembra que as peças que têm provocado os acidentes fatais têm de estar presas à parede

O alerta já não é novo, mas a Ikea volta a fazê-lo depois da morte de mais uma criança por causa de uma cómoda. A empresa sueca lembra que este tipo de mobiliário precisa de estar afixado à parede de forma a evitar que tombe e caia.

Já no ano passado, o Ikea havia feito uma campanha de recolha destas peças de mobiliário (apenas para Estados Unidos e Canadá), potencialmente perigosas. Agora, após a morte da 8.ª criança, reforça a mensagem em articulação com o organismo de defesa da segurança do consumidor dos Estados Unidos, publicando uma lista dos artigos em questão.

Estas cómodas não são seguras se não estiverem afixadas à parede. As peças com menos de 60 centímetros de altura são perigosas para crianças. Aquelas com menos de 75 centímetros são perigosas para adultos.

Nos últimos anos têm sido frequentes os acidentes graves e até fatais provocados por cómodas altas mas estreitas, que se desequilibram para o chão ao mais pequeno movimento. A primeira morte aconteceu há 28 anos; as seguintes depois de 2002. O último caso data de maio, quando uma criança de dois anos morreu debaixo de uma cómoda: o pai foi deitá-la para uma sesta e quando a foi espreitar encontrou-a sob a peça, caída no chão.

Em dezembro do ano passado, o Ikea chegou a acordo e aceitou pagar 50 milhões de dólares, cerca de 48 milhões de euros, às famílias de três crianças norte-americanas que morreram esmagadas por cómodas. Todas as vítimas tinham menos de dois anos e em todas as situações as peças de mobiliário não estavam presas à parede.

No site português do Ikea não existe nenhuma referência recente à situação, mas fonte oficial da empresa refere a existência da campanha Bem Seguro, que informa sobre a importância de fixar os móveis à parede com os materiais fornecidos na aquisição dos mesmos ou fornecidos gratuitamente a pedido do cliente.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG