Homem morto a tiro pelo dono da casa que tentava assaltar

Ao todo eram quatro os assaltantes. Proprietário reagiu a tiro de caçadeira

O homem que morreu hoje durante o assalto a uma casa, em Palmela, era um dos quatro alegados assaltantes, que terá sido baleado pelo proprietário da residência, disse hoje à Lusa uma fonte da GNR.

A fonte do Comando Geral da GNR contou que os quatro homens tentavam assaltar a casa, na Quinta do Anjo, distrito de Setúbal, quando chegou o proprietário e, em reação, terá baleado um dos homens com uma caçadeira.

O homem, na casa dos 60 anos, foi identificado e detido, adiantou a mesma fonte, acrescentando que os outros três alegados assaltantes fugiram.

Segundo a GNR, a vítima terá cerca de 30 anos.

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal adiantou à Lusa que o alerta foi dado às 18:18, tendo ainda sido assistida no local uma vítima devido ao seu estado de nervosismo.

No local, estiveram elementos dos bombeiros e da GNR.

O caso está a ser investigado pela Policia Judiciária.

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.