Homem condenado a quatro anos de prisão por furto de carros

O arguido já tinha sido condenado pela prática de vários crimes de furto e de outra natureza, nas quais cumpriu pena de prisão. A sentença foi proferida a 14 de dezembro e ainda não transitou em julgado.

O Tribunal das Caldas da Rainha condenou a quatro anos e quatro meses de prisão um homem que furtou de uma oficina dois carros avaliados em mais de 20 mil euros cada, divulgou esta quinta-feira o Ministério Público (MP) de Leiria.

O arguido, de 39 anos, foi condenado pela prática de um crime de furto qualificado que o Juízo Local Criminal das Caldas da Rainha, no distrito de Leiria, deu como provado ter sido por ele cometido em janeiro de 2019.

No comunicado o MP indicou que, nessa data, o homem entrou num armazém de automóveis, no concelho das Caldas da Rainha, "cortando para o efeito, com uma tesoura de cortar ferro, a chapa do portão que dá acesso à oficina". O arguido retirou então do armazém dois veículos, que levou com ele, conduzindo-os e apoderando-se das viaturas, cada uma com "um valor não inferior a 20 mil euros".

O processo, na fase de inquérito, foi dirigido pelo Ministério Público da 2.ª Secção das Caldas da Rainha do Departamento de Investigação e Ação Penal da Comarca de Leiria, com a coadjuvação do Núcleo de Investigação Criminal das Caldas da Rainha da GNR.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG