Helicóptero reforçou combate em Mondim de Basto onde o vento é inimigo

No local estiveram 110 operacionais

Um helicóptero pesado reforçou o combate ao incêndio em Mondim de Basto, Parque Natural do Alvão, onde a principal dificuldade a enfrentar pelos operacionais é o vento forte, disse o comandante operacional distrital de Vila Real.

O alerta foi dado às 00:23 e o fogo está a queimar uma zona de pinhal, carvalhal e mato da zona de Varzigueto, aldeia de Mondim de Basto, localizada em pleno Parque Natural do Alvão.

"Estamos a colocar meios no terreno e com o auxílio de um meio aéreo pesado esperamos, nas próximas horas, poder dar o incêndio como dominado",afirmou Álvaro Ribeiro.

Para o local foram acionados 110 operacionais, alguns dos quais ainda estão em trânsito, e 29 viaturas.

Segundo o responsável, a "situação mais desfavorável é o vento forte que se faz sentir".

O fogo chegou a desenvolver-se em quatro frentes. Álvaro Ribeiro referiu que "algumas das frentes estão dominadas, outras ainda estão a evoluir dado a dificuldade de acesso".

Na zona da serra do Alvão, estão ainda 54 operacionais, 15 viaturas e um meio aéreo a combater um outro fogo em Sirarelhos, concelho de Vila Real, que está a queimar mato desde às 20:58 de quinta-feira.

Às 09:30 estavam oito fogos ativos no distrito de Vila Real, que mobilizavam 192 operacionais, 50 viaturas e três meios aéreos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG