Há 1750 candidaturas para arrendar 39 espaços no Porto

Procura pelos 28 apartamentos e 11 escritórios na zona histórica superou todas as expetativas da Porto Vivo

O concurso para arrendamento de 28 apartamentos e 11 escritórios no morro da Sé, no Porto, teve cerca de 1750 candidatos, o que "superou as melhores expetativas", informou a Porto Vivo, sociedade de reabilitação urbana da baixa da cidade.

"O elevado número de candidaturas ao arrendamento no Morro da Sé significa que esta zona do Centro Histórico do Porto, outrora desertificada e marginalizada, é hoje uma parte da cidade que oferece excelentes condições para viver e trabalhar", disse Álvaro Santos, presidente da Porto Vivo, em nota divulgada pelo organismo. Para o responsável é também "um sinal claro para os promotores e investidores privados apostarem neste local para o mercado de arrendamento habitacional".

Os candidatos são em maioria, pessoas que residem no Porto, com vários a serem originários da zona da Sé e têm agora a pretensão de regressarem ao local. Este foi o primeiro grande concurso de arrendamento promovido pela Porto Vivo.

Perante o elevado número de candidaturas, o calendário foi ajustado e os resultados serão conhecidos mais tarde, a 20 de março, devido ao grande número de análises a ser feita. Após ficarem definidos todos os candidatos admitidos, realizar-se-á o sorteio em 7 de abril. A sociedade de reabilitação urbana não esperava uma adesão tão grande à oferta de arrendamento, tendo pensado o concurso para a ordem das centenas de candidatos e a procura acabou por superar os 1700.

Os espaços em causa situam-se nas ruas dos Mercadores, Sant'Ana, Bainharia e Pelames, Largo da Pena Ventosa e Viela do Anjo, na zona histórica junto à Sé do Porto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG