"Gostava de me tornar invisível e poder ir a qualquer lugar, a qualquer momento"

O famoso questionário Proust respondido pelo CEO do BNP Paribas, Fabrice Segui

A sua virtude preferida?
Sinceridade.

A qualidade que mais aprecia num homem?
Honestidade.

A qualidade que mais aprecia numa mulher?
Honestidade.

O que aprecia mais nos seus amigos?
Fidelidade.

O seu principal defeito?
Impaciência.

A sua ocupação preferida?
Passear na natureza, observar as coisas simples.

Qual é a sua ideia de "felicidade perfeita"?
A ideia de que as pessoas de quem gosto são felizes.

Um desgosto?
O desaparecimento de pessoas próximas da minha família.

O que é que gostaria de ser?
Ser sempre saudável, para poder aproveitar a vida até ao último minuto a 100%, na total posse das minhas capacidades.

Em que país gostaria de viver?
Um país que junte um clima mediterrânico, comida italiana e vinhos franceses. Viver em Portugal é um privilégio!

A cor preferida?
Verde, porque associo ao campo e à natureza.

A flor de que gosta?
Prefiro árvores.

O pássaro que prefere?
O que vejo todas as manhãs pela minha janela - infelizmente não sei qual é.

O autor preferido em prosa?
Murakami.

Poetas preferidos?
Verlaine.

O seu herói da ficção?
Inspetor Columbo, pela sua tenacidade.

Heroínas favoritas na ficção?
Na ficção não sei dizer. Na vida real, vi recentemente um filme baseado vida da Marie Curie e é realmente impossível não ficar impressionado com a visão, a inteligência e a coragem que demonstrou ao longo da vida.

Os heróis da vida real?
Todos os que trabalham afincadamente, nos mais diversos setores para fazer evoluir o mundo.

As heroínas históricas?
A rainha Isabel II, pela sua história e tenacidade.



Os pintores preferidos?
Difícil dizer um. Vi recentemente uma exposição do Fromanger no CCB que me impressionou.

Compositores preferidos?
Sybelius.

Os seus nomes preferidos?
Jeanne, Lucas.

O que detesta acima de tudo?
O aproveitamento da fraqueza dos outros.

A personagem histórica que mais despreza?
Adolf Hitler.

O feito militar que mais admira?
A história do filme Darkest hour.

O dom da natureza que gostaria de ter?
Tornar-me invisível e poder ir a qualquer lugar, a qualquer momento.

Como gostaria de morrer?
Sem me aperceber.

Estado de espírito atual?
Otimista.

Os erros que lhe inspiram maior indulgência?
Os erros ligados a decisões corajosas.

A sua divisa?
Não desistas. Tenta mais uma vez!

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG