Glaciar Grey perdeu 19 quilómetros quadrados nos últimos 30 anos

O glaciar é um dos espetáculos naturais mais impressionantes do Parque Nacional Torres del Paine, no sul do Chile

O glaciar Grey, no sul do Chile, perdeu 19 quilómetros quadrados de gelo nos últimos 30 anos, devido ao aumento da temperatura, segundo um investigador.

"Esta perda de massa deve-se à quantidade de desprendimentos de gelo e ao elevado derretimento pelo aumento da temperatura", explicou o investigador Andrés Rivera, do Centro de Estudos Científico do Chile, citado pela agência de notícias EFE.

O glaciar Grey é um dos espetáculos naturais mais impressionantes do Parque Nacional Torres del Paine, declarado Reserva da Biosfera pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) em 1978 e visitado anualmente por milhares de turistas.

A massa de gelo de 244 quilómetros quadrados tem diminuído constantemente desde 1945, e é um dos glaciares chilenos que mais superfície perdeu nos últimos anos.

Segundo Andrés Rivera, perdeu 19 quilómetros quadrados de gelo entre 1986 e 2015.

Enquanto as alterações climáticas afetam de forma negativa todos os glaciares, os que são como o Grey e terminam em lagos "não respondem de forma linear a esse aumento de temperatura, pois dependem da profundidade da zona lacustre em que terminam".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG