Furacão ameaça Colômbia, Cuba e Jamaica

O furacão "Matthew" está na categoria 4 - a penúltima da escala Saffir-Simpson, que mede de 1 a 5 a intensidade dos furacões

O furacão "Matthew" evoluiu hoje para a categoria 4, ao avançar pela zona central das Caraíbas, ameaçando a Colômbia, Cuba e Jamaica, informou o centro nacional de furacões (NHC) dos Estados Unidos.

"Matthew", o quinto furacão da temporada no Atlântico, regista ventos de 220 quilómetros por hora, indicou o NHC (sigla em inglês), no boletim das 17:00 (22:00 em Lisboa).

O furacão encontra-se a 120 quilómetros a norte de Punta Gallinas (Colômbia) e a 750 quilómetros a sudeste de Kingston (Jamaica).

A categoria 4 é a penúltima da escala Saffir-Simpson, que mede de 1 a 5 a intensidade dos furacões.

A Administração de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos prevê para este ano a formação de entre dez e 16 tempestades tropicais, das quais entre quatro e oito podem chegar a furacões.

Exclusivos

Premium

Alentejo

Clínicos gerais mantêm a urgência de pediatria aberta. "É como ir ao mecânico ali à igreja"

No hospital de Santiago do Cacém só há um pediatra no quadro e em idade de reforma. As urgências são asseguradas por este, um tarefeiro, clínicos gerais e médicos sem especialidade. Quando não estão, os doentes têm de fazer cem quilómetros para se dirigirem a outra unidade de saúde. O Alentejo é a região do país com menos pediatras, 38, segundo dados do ministério da Saúde, que desde o início do ano já gastou mais de 800 mil euros em tarefeiros para a pediatria.