Fogo no concelho de Seia mantém-se como única ocorrência importante

O incêndio em mato, em pleno Parque Nacional da Serra da Estrela, começou ao início da tarde de segunda-feira

O incêndio na freguesia de Vide e Cabeça, no concelho de Seia, no distrito da Guarda, mobiliza perto de 350 bombeiros e é atualmente a única ocorrência importante para a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

O incêndio em mato, em pleno Parque Nacional da Serra da Estrela, que teve início pelas 14:46 de segunda-feira, mantém três frentes ativas e durante a madrugada começou a progredir para um local de difícil acesso aos veículos de combate.

Pelas 07:30, de acordo com a informação disponibilizada na página da ANPC, estavam no local 347 operacionais a combater o incêndio apoiados por 115 meios terrestres.

O incêndio de Seia é o único que surge no 'site' da ANPC como "ocorrência importante", o que representa que é um fogo de grandes dimensões, com duração superior a três horas e com mais de 15 meios de proteção e socorro envolvidos, mas apenas contemplam os incidentes do continente, já que as regiões autónomas têm serviços próprios nesta área.

Sete concelhos do distrito da Guarda - Aguiar da Beira, Trancoso, Fornos de Algodres, Celorico da Beira, Guarda, Gouveia e Sabugal - apresentam hoje risco 'Máximo' de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, distrito onde as máximas vão rondar os 33 graus Celsius.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG