Fogo em duas habitações faz cinco desalojados em Portimão

O alerta foi dado ao início da tarde. As causas do incêndio ainda não foram determinadas.

Um incêndio destruiu este sábado duas habitações, provocando quatro desalojados no Bairro do Pontal, em Portimão, disse fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro.

Filipe Pinto, segundo comandante dos bombeiros de Portimão, afirmou à agência Lusa que, pelas 13.39, quando os bombeiros foram chamados ao local, encontraram uma "casa totalmente a arder e toda tomada pelas chamas".

Por se tratar de uma casa antiga e com material inflamável, por ser construída em madeira e ter paredes em fibrocimento, "a casa ardeu por completo", não tendo sido possível sequer apurar a origem do fogo.

O incêndio alastrou à casa ao lado, por ser geminada, e, por ser construída com os mesmos materiais, ficou "parcialmente" destruída.

Os residentes das duas habitações, num total de cinco pessoas, "ficaram desalojados", adiantou a mesma fonte.

Na primeira habitação, vivia um homem, na casa dos 50 anos, que foi "realojado pela Proteção Civil" numa pensão da cidade.

Um casal, na casa dos 30 anos, e os filhos menores, de cerca de quatro e seis anos, moradores na segunda habitação, conseguiram realojar-se em casa de familiares.

O alerta para as chamas foi dado pelas 13:39, tendo sido combatidas pelos bombeiros de Portimão e de Lagoa.

Por não ter sido apurada a origem do fogo, ao Polícia Judiciária foi chamada ao local para investigar as causas do incêndio, explicou a mesma fonte.

No local estiveram 27 operacionais e 14 viaturas das duas corporações de bombeiros e ainda da PJ, PSP, EDP e Proteção Civil.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG